Tchaka Drag Queen celebra mais de 20 anos de carreira

Tchaka Drag Queen celebra mais de 20 anos de carreira

A drag Queen Tchaka, também conhecida como ‘Rainha das festas’, está celebrando os seus 50 anos de vida e mais de 20 anos de carreira.

É apresentadora oficial da Parada do orgulho LGBTI + de São Paulo há 7 anos, além de ter apresentado a Festa de Réveillon da Avenida Paulista de 2018/2019. Fez quase 200 lives com entrevistas bafônicas (mais que uma novela). Poucos do meio LGBTQIA+ participaram e atuaram na militância como o ator formado e criador do personagem “TCHAKA DRAG QUEEN”.

Em entrevista ao EGOBrazil, na Parada do ano passado, a drag que é formada em Direito mas por vocação optou pela arte, falou sobre vários assuntos, vale a pena conferir:

EGOBrazil: Você tem duas formações: Teatro e Direito, correto? O Valder Bastos chegou a atuar como advogado?

Tchaka: Sim tenho formação acadêmica como Bacharel em direito pela Universidade Brás Cubas e ator profissional pela Escola de Teatro Macunaíma, não prestei a prova para ingressar na OAB.

EGOBrazil: O ator Valder Bastos criou o personagem drag queen Tchaka quando?

Tchaka: Vidente mais conhecido da história, o francês Nostradumus havia feito uma previsão que o mundo iria acabar na virada de 1999 para 2000, logo que me formei em direito pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes me mudei para São Paulo com mais 3 amigos no final de 1999 e um deles disse que não iríamos descer pra praia na virada do réveillon  porque eram todos ‘pés raspados” por não ter dindin rs então meus amigos foram na Rua 25 de Março e compraram tecidos, maquiagem e ficamos de 31 de dezembro para 01 de janeiro me montaram e eu fiquei muito estranha  então um deles me apelidou de “TchaKa” um monstrinho que tinha no desenho O Elo Perdido na tv brasileira. Nostradumus errou a previsão e no “bug do milênio” nasceu a rainha das nossas festas TchaKa.

 

Tchaka Drag Queen celebra mais de 20 anos de carreira - Foto: JeronumoNetoFoto
Tchaka Drag Queen celebra mais de 20 anos de carreira – Foto: JeronumoNetoFoto

 

EGOBrazil: A carreira da drag queen Tchaka é rica e já fez um pouco de tudo participações em programas de televisão exemplo Rede Globo, Casos de Família SBT, Super Pop Rede Tv, Provocações Tv Cultura,  atuou em peças de teatro por exemplo nas comédias “Miss Brasil sou Eu” de Ronaldo ciambroni, “Não Me Acompanhe Que eu Não Sou Novela” de Luiz Melo e direção de  Maximiliana Reis, As Vizinhas e Tita e Nic de Carri Costa na Cia Cearense de Molecagem , filmes premiados “As Bodas do Diabo” do cineasta Ivan Ribeiro, “Do Lado de Fora” de Alexandre Carvalho e longa metragem “De Repente Drag” de Rafaela Gonçalves,  propagandas, apresentações e festas. O que falta a Tchaka fazer?

Tchaka: Quero trabalhar efetiva num de televisão, já fiz várias participações mas meu desejo é ser fixa em algum programa.
No streaming tenho um projeto do canal de drag queen TchaKa no Youtube para falar sobre , vendas, e felicidade.
Lançar um livro com a trajetória de aventuras, fracassos, vitórias e muitas glórias na arte de encantar  multidões.

EGOBrazil: Quais foram os trabalhos mais marcantes e emocionantes?

Tchaka:  Esse ano comemoro a histórica marca de mais de 5000 apresentações em todo Brasil, já fiz para a colônia oriental, Judeus, Ricos, Famosos, Anônimos, para o PCC, Políticos, Podres e muitos eventos corporativos.
1 – Animei uma festa para uma garota que faria 20 anos e aos 21 ficaria cega totalmente e a mãe contratou a drag queen TchaKa pois já tinha levada a Disney, Holambra e queria deixar na mente dela as cores de uma drag queen;
2 – Telegrama animado em uma cela dentro do Deic em São Paulo;
3 – Fez um evento motivacional onde fiquei montada por 36 horas;
4 – Apresentei a festa da virada no réveillon da Avenida Paulista em São Paulo;
5 – Apresentadora oficial da Parada LGBTI+ de São Paulo e mais algumas capitais pelo Brasil;
6 – Apresentadora oficial do Hopi Pride do Parque de diversões Hopi Hari.

EGOBrazil: E agora, o que por aí? Quais as novidades da rinha das nossas festas drag queen Tchaka?

Tchaka:  Em 2020 um ano totalmente diferente que tudo que a humanidade já viveu, estou com planos e sonhos possíveis nada de sonhos absurdos e blá blá blá rs, quero sair de 2020 viva e com saúde na parte profissional em 2001 terá o Bloco da Tchaka no carnaval de rua de São Paulo autorizado pela Prefeitura de São Paulo, lançamento do livro #MuitoTchaKaNessahora , voltar para o teatro, ser contratada por um programa de televisão, participar do reality show A Fazenda 13 na Rede Record de televisão, lançar o filme longa metragem “De Repente Drag” da diretora Rafaele Gonçalves que filmei em São Luis do Maranhão, etc…

 

EGOBrazil: Objetivos. Tem algum ainda não realizado?

Tchaka:  Objetivo é ser feliz todos os dias, só assim conseguirei fazer outras pessoas felizes, então continuar fazendo terapia, me conhecer mais, me culpar menos, procrastinar menos e rir de mim mais.

EGOBrazil: Você além de artista é extremamente politizado, o que espera que aconteça com os LGBTQIA+?

Tchaka:  Ser artista é ser político na essência, afinal provocar, emocionar e fazer pensar é de extrema importância para construção de uma sociedade mais inclusiva, diversa, colorida e divertida com direitos para todes.
Ser gay afeminado, militante das causas da comunidade LGBTQIA+ me faz me sentir pertencente, pois sinto a dor e delícia de ser quem sou.

EGOBrazil: Alguns colegas seus entraram na política, você pensa nisso?

Tchaka: Vejo artista envolvido com política e me deixa esperançosa pois a arte liberta e precisamos ter representantes nos poderes que possam fazer valer nossos direitos e tirar de uma vez por todas esses bandidos disfarçados de políticos.

EGOBrazil: As definições sobre os LGBTQIA+ ficaram complexas, você não acha?

Tchaka: Não ficaram complexas, o difícil é bater laje (já tentou?), fazer algebra (já tentou?), a sigla LGBTQIA+ é necessária pois cada letra representa uma parcela invisibilizada pela sociedade às vezes até pela própria comunidade que por preguiça mental ou mesmo por maldade não permite essa inclusão, drag queen Tchaka sou à favor da sigla LGBTQIA+ e todas as letras e condições sexuais que ainda vão se perceber.

 

EGOBrazil: Orientação sexual, identidade de gênero, não binário, hétero-cis-normativos, homem cisgênero, entre outras nominações. Você explica esses termos nas suas lives?
Você não acha que ficou tudo muito confuso?

Tchaka: Desde março de 2020 tenho feito lives diárias no projeto #MuitaTchaKaNessaHora onde a proposta é ouvir outras bolhas, resenhas, tribos e sim esses temas somos sexualidade são recorrentes por ser muito novo para nossa realidade mas também falo com profissionais do marketing, mercado financeiro, poetas, garotos de programa, artistas famosos e anônimos, políticos, empresários, agronegócio, filósofos, estudantes e empreendedores em geral.

Nessas lives diárias temos alguns quadros que mais bombaram.

Segunda – feira sempre trago alguém que fale sobre vagas de empregos e pessoas desempregadas e faço essa ponte;
Terça – feira conversamos com quem tem história de superação e esperança;
Quarta – feira tem a live #sucessoaivouseu trago novos empreendedores para divulgarem seus produtos, serviços e ou talentos;
Quinta – feira faço a live #saboresesaberes com o chefe de cozinha @falecomchefcarlito , Chef Carlito sempre apresenta uma receita simples com toque de chef e na parte saberes falamos sobre assuntos midiáticos;
Sexta – feira é o momento de relaxar, Tchaka convido humoristas, cantoras etc para deixar o clima para o final de semana mais leve;
Sábado e domingo são sempre lives com pegada na diversão.

Com o sucesso que temos alcançado algumas empresas começaram a patrocinar algumas lives da drag queen TchaKa e assim vamos descobrindo possibilidades de juntas passar por esse período de turbulência mundial de forma motivadora e super engajada em vendas orgânicas.

Tchaka: Quero comemorar os 50 anos de idade e 20 anos de carreira com meu amor maridão chefe de cozinha @falecomchefcarlito, meus seguidores e empresas que acreditam em meu potencial como profissional do entretenimento e com grande apelo comercial.

Siga nas redes sociais, a agenda completa:

Facebook: Tchaka Rainha das Festas – https://www.facebook.com/rainha.tchaka

Instagram: @tchakadragqueen

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião do EGOBrazil